sábado, 5 de setembro de 2015

O nosso melhor presente!

Desde sempre eu fui educada para ser independente. Ter uma profissão, meu próprio dinheiro, minha casa própria e só depois me casar e pensar em ter uma família... 

De certa forma cumpri o que me foi ensinado. Entrei para uma faculdade pública, sem nem saber se era o que eu queria fazer da vida. Lembro daquela pergunta clássica de primeiro período: "Por que você escolheu esse curso?" E com toda a minha sinceridade, eu respondia: "Porque era o curso com maior número de vagas!"... Não que isso seja motivo de orgulho, mas simplesmente, não sabia se era aquilo que queria fazer da vida. 

Gostei! Me formei! Mas nunca trabalhei naquilo! Sempre vi e ouvi minhas amigas planejando especializações, mestrados, um segundo diploma, cargos públicos, sonhando fazer alguma diferença na educação brasileira. E eu ali, perdida naquele mundo. Me questionando por não pensar como elas, me cobrando para ser como elas, e sem entender o porquê de pensarmos tão diferente...

Depois de muita autoanálise, descobri que meu maior desejo não tinha nada a ver com os planos das minhas amigas. Percebi que eu era diferente delas, e que meus planos não dependiam de mim ou do meu esforço ou intelecto. Eles dependiam de Deus!

Os anos se passaram e com eles surgiu um amor que eu nunca tinha experimentado, mas que já apertava meu peito de tal forma que se tornava inexplicável. Um amor por algo que nem existia. Um desejo maior que a própria vontade de viver. Algo tão extraordinário que somente Deus poderia ser capaz de criar e explicar tal amor.

Foi então que o Rafa chegou em minha vida! Meu parceiro, companheiro de todas as horas, confidente, melhor amigo, meu eterno namorado... E junto com ele veio a certeza de que meus planos não teriam o mesmo significado sem a participação dele.

Juntos, passamos por tantas coisas... Coisas maravilhosas, mas também desafiadoras. E mais uma vez, Deus se fez presente em nossas vidas! Nos fortalecendo como pessoas, como casal e como família. 

Hoje, paro, penso e me pego sorrindo a toa... E mesmo que eu agradeça todos os dias da minha vida, acho que não será suficiente. 

Arthur, você é o nosso melhor presente!


4 comentários:

  1. Arthur,já vem trazendo muita alegria hein?
    Que história linda!!!!
    Deus é bom...sempre!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bota alegria nisso, Rê!
      Deus realmente é maravilhoso!

      Bj

      Excluir
  2. Dai, somos um pouco parecidas viu.... meu maior sonho sempre foi ser mãe, um dia se Deus quiser conseguirei realiza-lo!!!!
    #vemarthur

    bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza vai sim, Fê!
      Torço muito por vc!

      Bjs

      Excluir

Vai, diz aí...